Após baratear gasolina, Petrobras estuda redução em preço do gás de cozinha


Foto: Pedro Ventura / Agência Brasília


A Petrobras anunciou nesta sexta-feira (14) que reduzirá os preços do diesel e da gasolina (leia mais aqui), mas pode ampliar a diminuição de outros produtos. De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, a estatal estuda reduzir os valores do GLP, conhecido como gás de cozinha.


No dia 31 de agosto, a empresa tinha reajustado o preço do gás em 9%.


O Palácio do Planalto já teria sido avisado sobre a iniciativa, mas nesta sexta o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, já informou que o governo federal não vai mais interferir nos preços da empresa.


Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil



O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, informou nesta sexta-feira (14) que o governo não deve mais interferir nos preços dos produtos vendidos pela Petrobras. O posicionamento foi dado após a estatal anunciou que vai reduzir os preços da gasolina e do diesel nas refinarias.


"É uma decisão da Petrobras. O reajuste de gasolina e óleo diesel deixaram de ser definidos pelo Executivo, tendo em vista alguns objetivos de politica econômica. O importante agora é que a Petrobras fixa os seus preços", declarou Meirelles.


O ministro defendeu, ainda, que a decisão da empresa vai ajudar a conter a inflação no país. Para Meirelles, a autonomia da estatal é uma característica do governo do presidente Michel Temer, que busca “respeitar a realidade”.


"A Petrobras tem que seguir a sua política de uma empresa que tem responsabilidade com seus acionistas e com o país, no sentido de ser uma empresa viável, que cumpre suas obrigações, e está na exploração de petróleo e no refino na circunstância adequada", avaliou.


Fonte: Bahia Notícias


1/3
Posts Em Destaque
Categorias
Curta
  • Facebook Basic Square
Arquivo
UMA EMPRESA
DA VIRTUAL TREND
  © 2016 Virtual Trend Comunicação - Todos os Direitos Reservados