Auditoria em folha de pagamento do governo do estado aponta 461 indícios de irregularidade


A primeira ação finalizada da auditoria externa realizada na folha de pagamento dos servidores estaduais apontou um total de 461 indícios de irregularidades em análises cadastral e funcional.


O processo é realizado pela Deloitte, empresa contratada pelo Governo da Bahia. Entre os indícios de irregularidades apontados neste primeiro momento, e que já começaram a ser analisados pela Corregedoria-Geral da Secretaria da Administração (CGR/Saeb), destacam-se o acúmulo indevido de cargos públicos (municipais, estaduais e federais) e o de cargos públicos com vínculos privados, além do exercício de atividade profissional em jornada de trabalho superior a 70 horas semanais.


Segundo nota enviada pelo governo do estado, a CGR vai convocar os 461 servidores identificados para prestar esclarecimentos e apresentar documentos acerca de suas situações funcionais. A portaria de convocação será publicada no Diário Oficial do Estado nos próximos 15 dias.


A nota informa ainda que o objetivo da ação é melhorar a qualidade do gasto público e o aprimoramento no cuidado com o erário, ampliando o controle sobre a folha de pagamento, verificando a possibilidade de eventuais inconsistências e restringindo a possibilidade de erros.


Fonte: Bahia Notícias

1/3
Posts Em Destaque
Categorias
Curta
  • Facebook Basic Square
Arquivo
UMA EMPRESA
DA VIRTUAL TREND
  © 2016 Virtual Trend Comunicação - Todos os Direitos Reservados