Manifestantes a favor de intervenção militar invadem plenário da Câmara e interrompem sessão


Plenário da Câmara invadido por manifestantes que pediam intervenção militar (Foto: Bernardo Caram/G1)

Um grupo de manifestantes invadiu o plenário principal da Câmara dos Deputados no início da tarde desta quarta-feira (16) e interrompeu o andamento de uma sessão não-deliberativa da Casa.


Os cerca de 50 manifestantes subiram à mesa da presidência e se recusavam a sair do local. Durante o protesto, eles gritaram palavras de ordem contra a corrupção e a favor de uma intervenção militar no país, como "general aqui". O grupo também cantou o Hino Nacional durante o protesto.


Uma participante chegou a cuspir em um dos seguranças da Câmara, o que iniciou um tumulto no local.


O primeiro-secretário da Câmara, Beto Mansur (PRB-SP), e outros deputados foram ao local para tentar negociar a liberação do espaço.


Até as 16 horas ( horário de Brasília), a segurança da Casa ainda não havia conseguido retirar os manifestantes do local.


De acordo com informações da TV Globo, alguns integrantes do grupo se disseram a favor da intervenção no Brasil porque, segundo eles, os deputados federais estão implantando o comunismo no Brasil.


Eles também se dizem contrários a mudanças no projeto de lei das medidas de combate à corrupção. Ainda de acordo com a TV Globo, o protesto foi organizado por redes sociais.


Fonte: G1

Vídeo Congresso em Foco

1/3
Posts Em Destaque
Categorias
Curta
  • Facebook Basic Square
Arquivo
UMA EMPRESA
DA VIRTUAL TREND
  © 2016 Virtual Trend Comunicação - Todos os Direitos Reservados