Prefeito de Macaúbas diz que decreto foi para evitar problemas

19/11/2016

 Foto: Arquivo Macaúbas Notícias

 

Em contato com o prefeito de Macaúbas José João Pereira (Zezinho), nesta manhã de sábado (19) ele informou que o decreto 202/2016 de 17 de novembro de 2016 que determina abertura de processo administrativo para apurar possíveis irregularidades no processo de licitação do Leilão n°002/2016 foi apenas para evitar problemas com o Tribunal de Contas do Municípios (TCM).

 

Segundo Zezinho, ele foi orientado pelo setor jurídico da prefeitura a instaurar esse processo administrativo, pelo fato do leiloeiro contratado para realizar o evento, ao invés de repassar o valor integral levantado pelo leilão dos bens para a conta da prefeitura e a prefeitura fazer o pagamento do leiloeiro, ele depositou o dinheiro em sua conta pessoal e fez o repasse a prefeitura descontando o valor de sua comissão.

 

Ato este que seria ilegal segundo o TCM, teria sido informado Zezinho pelo setor jurídico.

 

Zezinho acredita que não houve outros tipos de irregularidades mas para se resguardar resolveu abrir o processo administrativo criando uma comissão que irá investigar todo o processo, conforme decreto publicado no Diário Oficial do Município, veja abaixo.

 

 

 

Compartilhar Facebook
Compartilhar Twitter
Please reload

1/3
Posts Em Destaque

Aloisio Rebonato confirma que é pré-candidato a prefeito de Macaúbas

July 10, 2020

1/10
Please reload

Categorias
Curta
  • Facebook Basic Square
Arquivo

Publicidade

Please reload

  © 2016 Virtual Trend Comunicação - Todos os Direitos Reservados