Colômbia anuncia fim do resgate de avião: 71 mortos e seis sobreviventes


Avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (Foto: Luis Benavides/AP)

O diretor geral da Unidade Nacional para Gestão de Risco de Desastre anunciou oficialmente o fim da operação de busca e resgate das vítimas da tragédia com o avião da Chapecoense. Carlos Iván Márquez Pérez passou balanço final com 71 mortos e seis sobreviventes. Ele esclareceu que os números oficiais foram corrigidos após informação que quatro passageiros não embarcaram.


- Quero informar que às 15h (horário local e 19h de Brasília) encerramos a operação de busca e resgate das pessoas que estavam no voo acidentado. O balanço é o seguinte: seis pessoas feridas e 71 pessoas falecidas. O total era de 77 pessoas. O balanço final foi ajustado já que quatro pessoas não viajaram de última hora. Pode-se dizer que foi uma das operações mais rápidas que já fizemos, com logística aérea a terrestre - disse Carlos Iván Marquéz Pérez.


As quatro pessoas que não embarcaram são as seguintes:


– Luciano Buligon, prefeito de Chapecó (SC); – Plínio David de Nes Filho, presidente do Conselho Deliberativo da Chapecoense; – Gelson Merisio (PSD), presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc); – Ivan Carlos Agnoletto, jornalista da rádio Super Condá, de Chapecó.

Diretor de Unidade colombiana encerra buscas no município de Cerrogordo (Foto: Reprodução)

1/3
Posts Em Destaque
Categorias
Curta
  • Facebook Basic Square
Arquivo
UMA EMPRESA
DA VIRTUAL TREND
  © 2016 Virtual Trend Comunicação - Todos os Direitos Reservados