MP instaura inquérito para investigar a “Máfia dos Caixões” em Macaúbas

31/07/2017

 

O Ministério Público do Estado da Bahia, através da 1ª Promotoria de Justiça de Macaúbas, por intermédio do Promotor de Justiça Dr. Alan Cedraz Carneiro Carneiro Santiago, instaurou Inquérito Civil contra a Prefeitura Municipal de Macaúbas tendo como gestor o petista Amélio Costa Junior (Amelinho), e contra a empresa L&M Funerária Pax Regional de Ipupiara Ltda, onde irá investigar a “Máfia dos Caixões” como está sendo popularmente chamado o caso.

 

O promotor solicitou que a prefeitura apresentasse em um prazo de 10 dias úteis uma série de documentos, que podem ser conferidos  na portaria de n°25/2017 na íntegra, no final da matéria.

 

Entenda o Caso

 

O vereador Marcelo Nogueira fez a denúncia no dia 17 de julho de 2017 ao MP (veja a matéria) onde através de documentos extraídos do TCM (Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia), a prefeitura declarou ter pago por 22 funerais a funerária L&M.

 

Conforme apurado, na relação desses 22 óbitos ainda não foi encontrado nenhum funeral sequer que tenha acontecido durante este mandato de Amelinho e após o dia 12 de abril, data em que foi homologada a licitação, sendo que alguns deles estão prestes a completar 04 anos.

 

Um outro agravante é o fato de já ter sido descoberto, que alguns desses funerais, a própria família pagou integralmente.

 

 

 

Ainda há fortes indícios que a licitação tenha sido fraudada, pois em uma primeira licitação, uma outra empresa havia ganho todos os lotes da licitação sendo posteriormente cancelada sem nenhum motivo justificável pelo prefeito.

 

Veja abaixo a portaria na íntegra

 

 

 

 

Compartilhar Facebook
Compartilhar Twitter
Please reload

Publicidade

1/3
Posts Em Destaque

Em meio a pandemia, UPA de Macaúbas é tratada com descaso pela prefeitura

April 20, 2020

1/10
Please reload

Categorias
Curta
  • Facebook Basic Square
Arquivo
Please reload

  © 2016 Virtual Trend Comunicação - Todos os Direitos Reservados