Macaúbas: Comunidade terá que pagar se quiser manter funcionário cuidando da água


(Foto: Osvaldo Oliveira)

Conforme nota emitida pelo comunicador Osvaldo Oliveira, na sexta-feira (17), ocorreu uma reunião de emergência para tratar a situação de um funcionário que cuida da água da comunidade de Araçás zona rural de Macaúbas.


Segundo a nota a motivação desta reunião foi que havia o comentário de que a prefeitura de Macaúbas iria substituir um funcionário que cuida da água da comunidade, funcionário este que foi escolhido a cerca de 01 ano pelos próprios moradores da comunidade através da associação de moradores.


O prefeito de Macaúbas o Sr. Amélio Costa Junior (Amelinho) foi convidado para reunião, para que pudesse esclarecer e pôr fim aos comentários, porém não compareceu enviando um porta voz em seu lugar.


Mas para a surpresa e indignação da comunidade, foram informados que a prefeitura não iria manter o funcionário no cargo, chegando ao cumulo do absurdo de que se a comunidade quisesse que esta pessoa permanecesse no cargo que eles próprios teriam que pagar o salário desta pessoa, pois a prefeitura só pagaria se colocar uma pessoa ligada ao grupo político do prefeito, numa clara demonstração de perseguição política.


Os moradores revoltados decidiram então por pagar o funcionário e manter a pessoa que eles escolheram por ter a capacidade técnica para o trabalho.


O caso é cabível de denúncia ao Ministério Público, para que possa apurar os fatos.


Ainda segundo a nota, as informações foram repassadas pelos aproximadamente 80 moradores que participaram da reunião.

1/3
Posts Em Destaque
Categorias
Curta
  • Facebook Basic Square
Arquivo
UMA EMPRESA
DA VIRTUAL TREND
  © 2016 Virtual Trend Comunicação - Todos os Direitos Reservados